O Mal do Século

O projeto (álbum) "O Mal do Século", realizado pelo Coletivo Nova Era, através da Nova Era Selo, surgiu para abordar a depressão e suicídio, não só com a finalidade de narrar através do RAP as angústias de quem se encontra em depressão, mas também com a finalidade de atentar para a urgência do problema, conscientizar os ouvintes alcançados pelo movimento hip-hop e incentivar a superação de um dos problemas mais graves dos nossos tempos.

Mais de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos no mundo, o que equivale a uma morte a cada 40 segundos. No Brasil são registrados em média 32 suicídios todos os dias. É a segunda principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. O suicídio é um grave problema de saúde pública e precisa de nossa atenção. É necessário que esse assunto não seja um tabu, pois isso dificulta a detecção e consequentemente a prevenção do suicídio.

Portanto, fazem-se necessárias ações efetivas que incluam orientações sobre os riscos, bem como indicações dos lugares mais adequados para o tratamento desses transtornos. Setembro foi o mês escolhido para tratar desse tema e como estratégia de prevenção deu-se início ao Setembro Amarelo, pela iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria. 

Todos os artistas convidados possuem certa afinidade com o tema por já terem passado por processos depressivos e/ou outros tipos de transtornos. Esses mesmos artistas encontraram na música e na poesia uma maneira de enfrentar seus problemas e dessa forma, puderam contribuir com sinceridade e relevância para a realização desse álbum, como mencionada anteriormente, narrando seus processos depressivos através da música e da poesia, bem como suas tentativas de superá-los. Os artistas ressaltam que apesar da arte ser uma ferramenta excelente para lidar com a depressão, somente a busca de ajuda profissional consiste em um passo sólido para o tratamento do problema.

É importante ressaltar que a Nova Era Selo sustenta a ideia de que as músicas do álbum não substituem o acompanhamento profissional e, pensando nisso, foi criado o site - www.omaldoseculo.com, no qual encontram-se informações úteis sobre o tema e indicações dos principais centros de apoio do país, como o número e o chat do CVV.

O coletivo espera, com esse trabalho, fornecer uma espécie de apoio emocional, além de servir como um ponto de partida para que, percebendo que não estão sozinhas, as pessoas sintam-se menos envergonhadas e passem a buscar ajuda profissional, que é a maneira mais adequada e efetiva de lidar com os transtornos e assim previnir o suicídio.

Clique aqui para baixar o release completo em PDF





FICHA TÉCNICA - O MAL DO SÉCULO

Direção: Ricardo Correia
Roteiro: Arthur Peixoto
Assistentes de Produção: Ruan Vinícius / Alex Vinicius

Produção: Nova Era Sessions
Gravadora: Nova Era Selo
Mixagem e Masterização: Ricardo Correia

Ilustração da Capa: Julio Diniz

FAIXAS

#1 | Fragmentada (interlúdio)
Letra e Voz: Evellin Rossi
Instrumental: Klaxy Beats

#2 | Fez 22 anos
Letra e Voz: Fernando Shunbay
Instrumental: Klaxy Beats

#3 | O Mal do Século
Letra e Voz: Yasu
Instrumental: Beatube

#4 | Condor (interlúdio)
Letra e Voz: Holanda
Instrumental: Ricardo Correia

#5 | Pensa
Letra e Voz: Lucas Sant'ana
Instrumental: Lucas Sant'ana

#6 | Uma Nova História
Letra e Voz: RB8
Instrumental: Costak - Produtora Osiris

#7 | Pelos Nossos
Letra e Voz: Felipi Lee
Instrumental: Fac Tual Clã

#8 | Florescer é Resistir
Letra e Voz: Pacha Ana
Instrumental: Mr Break

#9 | Fagulha (interlúdio)
Letra e Voz: Odilio Rodrigues
Instrumental: Lucas Sant'ana

AGRADECIMENTOS:

Cícero Mariano de Sá
Wellington Testa
Manoel Correia
FPeres
Eazy CDA
Breno Dz6
Danilo de Lima Neves
Flávio Jabra
Alex Vinicius
Silvinho Carrasco

APOIO:

Ótica Black Jones
San Mariano Publicidade

© 2018

O Mal do Século
O Mal do Século
   ©2018       Nova Era Sessions   
   todos os direitos reservados   
   by ricardo.art.br